Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

21/10/2018
Testosterona pode aumentar o risco cardiovascular em mulheres pós-menopausa

mulheresISTOCK.jpg

Crédito da imagem: iStock

Para avaliar a associação dos hormônios sexuais em mulheres após a menopausa com a ocorrência de eventos cardiovasculares, como infarto, acidente vascular cerebral e insuficiência cardíaca, os pesquisadores estudaram 2.834 mulheres que participaram do estudo MESA (Multi-Ethnic Study of Atherosclerosis).

Os pesquisadores mediram os níveis de testosterona, estradiol, desidroepiandrosterona (DHEA) e globulina de ligação de hormônios sexuais (SHBG) no início do estudo, entre os anos 2000 e 2002, e também avaliaram a relação entre os níveis de testosterona (principal hormônio sexual masculino) e estradiol (principal hormônio sexual feminino).

As participantes incluídas na pesquisa não apresentavam histórico de doença cardiovascular. Passados os 12 anos de acompanhamento, a média de idade era 64,9 anos e foram identificados 283 eventos cardiovasculares.

Após a análise dos dados encontrados e depois de eliminar fatores de confusão, os autores observaram que uma maior relação testosterona/estradiol estava associada a um risco maior de eventos cardiovasculares. 

Níveis mais altos de testosterona estavam ligados a um risco maior de infarto, AVC e insuficiência cardíaca, enquanto que níveis elevados de estradiol representavam um risco menor de doença arterial coronariana, a principal causa de infarto agudo do miocárdio.