Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

13/01/2011
Telefonemas e programas na web ajudam a largar o cigarro, diz estudo

De acordo com um estudo, aconselhamento personalizado pelo telefone, acompanhado por orientações na web, pode ajudar os fumantes a largarem o cigarro.

Cerca de um quinto dos adultos norte-americanos fumam, e cerca de metade dos que não desistirem do hábito morrerão por causa dele, de acordo com o “Centers for Disease Control and Preventing”, que também estima que o fumo custa US$ 183 bilhões à economia do país a cada ano.

Fumantes que conversam pelo telefone com conselheiros e participam de um programa on-line que ajuda a abandonar o fumo obtiveram índice de sucesso quase duas vezes superior ao de fumantes que recorreram apenas ao programa on-line, em prazo de 18 meses. O estudo foi conduzido por Amanda Graham, diretora de desenvolvimento de pesquisas no “Schroeder Institute for Tobacco Research and Policy Studies”.

“Trata-se de um dos poucos testes em larga escala que avaliaram o uso combinado de aconselhamento via internet e telefônico”, disse Amanda.

Medicação e aconselhamento

O fumo caiu dramaticamente nos Estados Unidos, ante os cerca de 30% da população que eram fumantes em 1985. Porém, a maioria dos fumantes ainda precisa tentar diversas vezes antes de conseguir largar o cigarro com sucesso. Das pessoas que tentam deixar de fumar sem medicação ou aconselhamento, apenas 5% conseguem, de acordo com o “National Cancer Institute”.

O aconselhamento por telefone provou ser uma das formas de intervenção de maior sucesso, apontam os autores do estudo, e muitos dos programas de aconselhamento telefônico agora oferecem também um componente on-line.

O estudo em questão utilizou o “QuitNet.com”, site estabelecido em 1995 e que conta com mais de 60 mil usuários. Embora a inscrição básica seja gratuita, o pacote premium custa US$ 99,95 anuais. Um dos autores do estudo trabalhou como consultor para o site.