Diminuir letra Aumentar letra
NOTÍCIAS

30/10/2018
Relatório alerta sobre uso abusivo de antibióticos

anti.jpg

Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Divulgado pela Public Health England (PHE), agência ligada ao departamento de saúde do Reino Unido, o relatório sugere que, no futuro, as chances de contrair infecções em boa parte dos procedimentos cirúrgicos irão aumentar devido ao uso excessivo de antibióticos. Isso pode ocorrer porque, em longo prazo, o uso provoca o desenvolvimento de bactérias resistentes a esses medicamentos.

De acordo com os autores, um em cada três pacientes submetidos a cirurgias no Reino Unido recebem tratamento com antibiótico. Das 9 milhões de operações realizadas por ano, 3 milhões de pessoas correriam riscos maiores de contrair infecções hospitalares após passarem por procedimentos comuns, como cesáreas, por exemplo.

Segundo o jornal The Guardian, entre 2013 e 2017 houve um aumento de 35% nos casos fatais de infecções.

Embora o levantamento apresente dados do Reino Unido, o aumento no uso de antibióticos é uma tendência global. Desde o começo do século 21, as vendas desse tipo de remédio aumentaram 65%.

No Brasil, bactérias que não respondem a antibióticos já correspondem por cerca de 23 mil mortes por ano. Em maio, foi anunciado que um novo remédio para eliminar as superbactérias começará a ser vendido no país.

O relatório aponta como um dos agravantes do problema a utilização de antibiótico para tratar condições simples, como tosses e dores de ouvido e de garanta.

O órgão responsável pelo relatório fará uma campanha no Reino Unido para conscientizar a população sobre a importância de procurar orientação médica sobre a necessidade de antibiótico.